segunda-feira, 21 de setembro de 2009

É Só o Amor que Conhece o que é a Verdade


"Ainda quando eu falasse a lingua de todos os homens e a lingua dos proprios anjos,se eu não tiver caridade,serei como o bronze que soa e um cimbalo que retine."

"Ainda quando tivesse o dom da profecia,que penetrasse todos os mistérios,e tivesse perfeita ciência de todas as coisas;ainda quando tivesse toda a fé possível,até o ponto de transportar montanhas,se não tiver caridade,nada sou!"

(Primeira Epístola de Paulo aos Corínthios)

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

A Verdade Nua

Meus senhores,minhas senhoras.
Temos hoje cientistas,arquitetos,politicos,empresários,advogados,dentistas,enfim.
E eu vos pergunto:
O que é a ciência sem o respeito à humanidade?
O que é a arte sem o respeito à história?
O que é a palavra sem o repeito à verdade?
E o que é a verdade enfim?
Não venho aqui vos trazer a minha própria verdade
mas sim aquela a qual acredito.
Acredito na verdade que beneficia o coletivo!
E é esta verdade soberana que nos leva a tão sonhada Justiça!
A Justiça que tão sabiamente nos garante o propósito principal para a vida em sociedade e a sobrevivência humana.que posso resumir a uma só palavra:Dignidade!
Mas quais são os homens que estão preparados para nos presentear com esta Verdade Soberana que garanta nossa Dignidade?
Serão eles políticos ou partidos?serão eles governantes,entidades ou associações?
E saberão eles administrar esta verdade soberana garantindo a justiça e a dignidade sem colocar acima dela a sua propria verdade,aquela que é embasada no seu próprio ego e que serve apenas para defender ideologias e pontos de vista?
Vos digo também que quando inexistem estes homens,então sentimo-nos sozinhos e perdidos e desamparados.E quando nesta condição nos encontramos deixamos prevalescer nosso lado animal,é uma luta pela sobreviência,reflexo da sociedade em que vivemos.
O homem enquanto animal luta contra aquilo que é mais inerente a sua essencia,a busca dos prazeres e necessidades.A sobrevivência e a perpetuação da espécie.
Então nos tornamos cientistas,políticos,empresários,advogados,dentistas,para desta forma provarmos nosso valor e dominarmos os instintos animais que habitam em nós.Mas continuamos sendo animais,não esqueçamos disto.
E dentro de nossa tendencia naturalmente "hipócrita",somos donos,da nossa própria verdade e nos convencemos que esta "nossa verdade"é a que serve ao coletivo.
Vos provo meu discurso pois este se embasa no meu próprio auto-conhecimento,no conhecimento de minhas limitações e em quanto estou sendo de certa forma também hipócrita tentando falar a respeito de atitudes que eu mesma muitas vezes não tenho.
Portanto esta é a natureza humana.
Mas mesmo como hipócrita que sou,fundamento meu discurso pela busca da verdade absoluta embasada na garantia da dignidade humana,como falei.Pois somos sim homens-animais que somente podem viver e conviver em harmonia e em sociedade se a nossa dignidade estiver garantida.É desta forma que controlamos a violência social,é desta forma que podemos falar em justiça social,em qualidade de vida em sustentabilidade.
É assim,desta forma que se governa,um municipio,um estado,um país.
E temos uma ferramenta "impar"que nos foi acrescentada para que possamos compreender e exercitar o que estou vos colocando hoje.Ferramenta esta que nos diferencia das outras criaturas existentes no planeta e portanto nos torna criadores e agentes transformadores.Esta ferramenta chama-se:Consciência!
Deixemo-nos conduzir pois pela consciência,muito menos pelo nosso ego.O ego nos cega,a consciência nos ilumina.O ego nos mascara,a consciencia nos liberta.
E quando somos livres conseguimos alcançar a também tão sonhada felicidade,pois ela inexiste sem a liberdade.
Portanto nada somos se não lutarmos por aquilo que nos leve à liberdade!
Este caminho que inicia na consciência e percorre a verdade e a justiça até culminar na felicidade plena da total liberdade de ser!

Lora

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Especialmente para aqueles que tem Fé


Jamais esqueça,

O tempo daquilo que buscas esta além

E não duvides de quão grande

A palavra possa ser.

Espera, que com o tempo

Todo o sofrimento imposto cairá petrificado

Ao lançar por terra a amargura presente.

Em coisas insignificantes ao Plano Divino.

Hora sabes que Deus conduz causas e a mais sabiamente

Desfaz todo o preceito de desgraça e temor.


Sentes a tua mão sendo caminho

Para que todas as tuas obras presentes

Saibam justificar o pleno testemunho do que crês.

Fazes agora o maximo proveito

De tudo que te mortifica.

Nasce a pleno poder.

Concedas a aura plena do poder, da cura,

À tua vida!


Graça, bondade, presença Divina, escolha certa.

Na dor é meramente teste de sua condição.

Sê, portanto, testemunha firme e presente.

Como podes angustiar tua alma por causa da ação dos homens?

Se por acaso com Deus ficas, a despeito dos erros e fracassos cometidos.

Abandones a suplica e não mortifiques tua alma,

Não venhas a perceber pobre destino,

Se ficares a contar percalços, lástimas e afins.

Tornes a tua obra de forma que guardes franca e honestamente

A forma da luz e da piedade.

Santa a missão da força que buscas em meio ao silêncio.

Vivencies a eterna paciência daqueles que encontram paz e verdade.

Caminhes entre chamas com os pés descalços

confiante em estar amparado(a) e justificado(a).,

à plena compaixão à lança que te escarneça.

Firme de como deves permanecer até suposto tempo

em que acordes para a missão de ser fiel ao teu plano.


(mensagem de um Anjo chamado Ismaél)

Sobre os Justos


Podes começar por saber
Que tudo aquilo que ludibria
Também traz salvação,
Por mais que se possa esconder a palavra
A mais meramente condição de ser mais ou menos certa.
Eu sei que ouço e repito constantemente o meu julgamento
E no jubilo constante ponho
O limite do ser de tão agora
Franco e leal.
Sabiamente vai ser celada a tua condição
De causa ocorrida
E livramento certo de tudo o que incomoda
Pela certeza do bem e da proteção que cinges
A perfeição de tua alma.
Filha(o) minha(meu) de tanto tempo
Atendida(o) em luz de criação divina
Estende a tua vida a crença da benignidade eterna
Em laços contentes do ser melhor a cada dia.
Dizes: do bem eu posso e nada me atinge, nem por um momento!


Ficas com teu Pastor na fé e na aliança.
Não temas!
Sê justo!
Olhes o cume do tempo na verdade onipresente.
Se crês, estas dizendo o que todo o bem disposto entende,
Diante daquilo que contempla.
Escondido,tendes a ser disperso nas sombras entediantes.


Salvo o clamor do tempo justo ao agora,
Denuncia perplexamente ao teu favor.
Sabes porem que a tua obra sobrepõe
O caminho daqueles a quem o bem e a faculdade do saber
Estão entre altos testemunhos.
Quando olhares para frente e veres o estio de tudo o que foi julgado,
Tentes empetrar o silencio ao passo que cada modo
Signifique o ser.
Aliança constante e imóvel
Alavancada no tempo,
Acima de todas as satisfações.

Sabedoria de Deus e a dos Homens.





Sabedoria, presente divino
Preservado e guardado
Dentro de inúmeras coisas
Que lhe parecem achados
Neste momento.
Partem, pois jazidas de angustia e remorso,
E feridas por tuas lagrimas.
Pobres daqueles que consomem infinitamente
As coisas que supõem saber
Mas não dominam o caos das suas vidas.
Estes perderam-se na chama quente da labareda,
Do arfar severo de gruas.
E tão pobre edificas o externar da maravilhosa criação.
Tem se dado ao acaso da contradição?
Partilhando passos escaldados e descalços
Fornecendo danos e imoralidades,
Receando, omitindo.
Agindo em causas não recomendáveis.

É o divino alvorecer, que em questão.
Inunda o vasto elemento medidor de fatos.
E como fica a vida da candeia
Que geme aflita em percalço,
Sutil ao céu,
Ao alcance de tudo o que tinge de breu
Ao céu cinzento?
Escondendo o favo do torpor incandescente da tua piedade?
Profetizando ao leme por algo que não alcanças,
E desfaz rubias sensações alardeantes
E como são cansadas as inúmeras formas e contradições ineficazes.

Pensamentos são obras
Que se põem na mente daqueles
Que podem fazer das vontades tudo o que imaginam,
Sofregar desesperadamente por perdas
Não sendo dessa forma cautelosos
Podem destruir sua missão.

A causa de mais um onipotente passo de realização,
Conivente com o sentido de poder ser livre
E expiar tudo o que sufoca.
Sou ser de luz que traz mensagem
E que busca no momento o certo e favorável.

Saiba esperar enquanto em vida permanece
E semeia à Terra tua condição.
Presenteia a todos com a palavra que sabes profetizar.
O dom e a minha satisfação de ser
Guia justo e conciliador
De todas as forças importantes do Universo.
Tenhas condutas inestimáveis de amor e salvação
Fazes de todo o bem que podes,
Por unir assim o Céu e a Terra.


(mensagem de um Anjo chamado Ismaél)

Mensagem de Um Anjo àqueles que estão doentes


Deves adoecer para ter em mente
Que a prosperidade aguarda o conito de velas cintilantes,
Na pobre saciedade do teu corpo.
Repeles toda a transição,
Desfaça toda a miséria.
Sutileza o manto do Templo Sagrado,
Da luz satisfaz a pleno caminho.

Porque sua ferida á Luz
Manto de ceifar lançou
Cabeça imóvel no Plano Divino
E a seqüela de tua iniqüidade
De realidade cósmica possa modificar.


Luz mais poderosa que a matéria
Sabedoria,intensidade e cura.

Contigo seu mestre se apossou
Da misericórdia
Por causa do luto angustiado de vida.
Nascerás na cinza da fulva manha.
Acordas cedo,de forma que a tua casa
Será uma família e se curvará a tua luta.
Silencia portanto neste dia e fica a mais
Respeitando que o que o juízo trará
Será contigo.

Missão de vida constante na paz,
Adoração,piedade e stigma.
Parte da esfera que ao próprio Deus
Partilha na vida.
Contida em partes sempre unidas contigo.
São salutares estradas divinas,
E como partem para o mesmo rumo
Ao além de tudo o mais.

Sou um anjo?
Espião talvez,
De ficar ouvindo magoas
Ditadas de todo o comprimento.

Faça disto teu caminho
Se te perturbas não vês.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Sobre a Felicidade


FELICIDADE

Palavrinha de 10 letras,tão simples,tão fácil de falar e mais ainda de expressar o sentimento.
Estou tão FELIZ!
Como me sinto FELIZ!
a minha vida é só FELICIDADE.
Ops,mas eu ouvi dizerem que felicidade é uma coisa de momento,
que devemos aproveitar porque passa,tão rapidamente.
Minha avó ja dizia que FELICIDADE NÃO DURA MUITO>
Será que ela tinha razão??
Mas eu cheguei a uma conclusão...é super fácil ser feliz,
problema é administrar a tal da danada.
Primeiro porque quando a gente procura no outro
o remédio para tapar os furos mal resolvidos do nosso ser
ou fica procurando fora da gente a solução para que nos aceitem,
nos desejem,nos amem,etc,etc....o que está fora é tão fugaz e passageiro.
Logo se transforma e some.
Aí o buraco aumenta,a amargura volta,
a angustia cresce.
Um grande amor hoje,que amanhã não significa nada.
Um sapato novo que gastou o salto,uma joia que perdeu o brilho.
Mas tem uma coisa muito maior que quando descobrimos torna-se insubstituivel,
como se recarregasse nossas forças e nos impulsionasse à vida.
Parece uma chave mas não é.
Um segredo?quem sabe...!
Muitas vezes estamos sujeitos às projeções
e expectativas que as pessoas colocam sobre nós.
Começa com nossos pais,depois com nossos professores
e por ultimo com nossos amores: jogam sobre a gente
todas as expectativas mal resolvidas e as carencias
e a gente faz o mesmo também.
Acabamos perdendo o mais importante para nós,
a nossa referência propria.
A isto posso chamar de ESSÊNCIA, pois é única e insubstituível.
É como se fosse nossa marca, nossa cor, nossa IDENTIDADE.
Esta leveza do ser que nos torna únicos mas que raramente acessamos
porque não temos tempo ou estamos sempre acompanhados ou quando não,
estamos em frente à televisão.
Aí de repente a vida nos prega uma peça,
e não sabemos o que fazer porque nem sequer sabemos quem somos de verdade.
Estamos misturados a informações e pessoas.
É infelizmente a unica hora que nos conectamos conosco mesmos.
Mas deveriamos fazer isto todos os dias.Infinitamente!
Eu por exemplo ando até mesmo falando comigo mesma ultimamente
e se conhecer alguém interessante que eu considere que valha a pena me relacionar,
vou exercitar o que aprendi a duras penas.
Vou ser tudo de bom que eu sempre fui
mas vou manter intacta daqui pra frente a preciosidade da minha essência,
procurando não me corromper e não ceder às expectativas alheias
porque no final das contas só poderei mesmo contar comigo mesma
e eu terei que estar INTEIRA vivendo por INTEIRO.
Sendo quem eu sou sem culpas ou mágoas, sem arrependimento algum.
As pessoas estão muito condicionadas aquilo que os outros esperam delas.
Por esse motivo muitas vezes deixam de ser elas mesmas
e de se entregarem a real felicidade que tanto buscaram.
Preferem viver segundo a ótica do mundo,dentro de regras e padrões sociais e familiares.
Temos que entender e perdoar as escolhas dos outros por mais que doa na gente.
Mas uma coisa é certa,ser feliz exige ousadia,é preciso se libertar de nós mesmos,
de tudo aquilo que impede ou bloqueia a nossa mente e os nossos desejos.
É preciso sermos nós mesmos por completo e isto exige coragem
pois o mundo ainda não está preparado para isto,
por esta razão vemos tanta infelicidade.
Preferimos viver no mundo das ilusões
do que por em pratica o que somos e o que queremos,
passando por cima de todos os padrões que existem.
Mas como eu falei,é preciso ousadia
e também é preciso ser um tanto "louco" mas fingir que é normal
pois o preço de ser você mesmo neste nosso universo é muito alto,
pode custar sua pele ou sua alma.
É preciso portanto estar vestido de racionalidade e bom senso
mesmo sabendo que dentro de você existe aquele ser totalmente e loucamente FELIZ.
Só é preciso encontrá-lo e mantê-lo intacto para que não se corrompa com aqueles que pensam que sabem VIVER!
Se LIBERTAR não é pra qualquer um!
Beijos a todos

Entre Anjos,Pais e Companheiros


Sei que vim no teu caminho, predestinadamente.
Já éramos velhos conhecidos,
Mesmo quando nos olhamos nos olhos já percebemos isso
E quão afetuoso soou o primeiro toque da sua mão sobre a minha
Como um rei Midas a que tudo transforma em ouro
Transformaste-me em tua princesa
Dos contos de fadas de teu castelo, onde te fechavas em teu silencio.
Se me renunciou por algum tempo foi pela simples questão
De não estar ainda preparado para amar-me tanto como já previas.
Assustava-te a idéia de amar uma estranha!
Então sufocou aquela emoção tentando suportar o que o acaso houvera aprontado conosco.
Ter que aceitar-me acima do que tua condição lhe permitiu.
Mas quando conseguiste pegar em minhas mãos e sentir a doçura que plantei na tua vida
Foste o homem mais amado e honrado como qualquer outro jamais seria.
Plenamente nos regozijamos na candura de nossos momentos e nos fizemos confidentes e amigos.
Amigos pela eternidade toda.
Em teu leito de morte não te renunciei e prostrei-me aos pés de tua cama ouvindo teus últimos lamentos, tuas suplicas e as palavras de sabedoria que,
Somente eu sei, levaria pela minha vida afora.
Só senti aquele momento em que tive que deixar-te àquela laje dura e sem vida que em nenhum momento combinava com a tua alegria de ser.
Aqueles anjos de pedras, túmulos e monumentos tão imparciais a nós, pareciam estar no cenário errado. Mas eu sabia, era lá que eu devia deixar-te, assim deveria ser. Era o que todos faziam. Mas minha vontade intima era a de te enterrar numa caixinha de fósforos com um cobertorzinho por cima e alguma florzinha do nosso jardim sobre ela.
Igual como eu fazia quando enterrava meus animaizinhos que morriam, fosse ele um grilo ou uma ave.
Não sei se você lembraria do aroma das camélias e das magnólias do nosso jardim a noite, pois quantas e quantas vezes lá estivemos nas noites de verão.
É, o destino aprontou conosco velho amigo, me trouxe de longe no momento inoportuno.
Pousando-me em teu colo, para que aprendestes tanta coisa com a ingenuidade de uma criança àquela altura de tua vida.
Um velho homem e sua criança, sentados a varanda da casa olhando as estrelas, fitando aqueles fins de tarde e conversando doces fofocas, sobre passarinhos.
Então, creio que deixaste a dureza da tua vida para traz, pois estava ali, a falar de passarinhos e estrelas. A pegar bichinhos e pirilampos para me mostrar.
De mãos dadas com aquela menininha que nem soubestes de onde viera que tivestes que aceita-la.
Dei-te a companhia dos meus primeiros momentos de juventude e tu me destes dos teus últimos momentos de jornada.
Velho pai de terno e gravata e chapéu panamá!
Toda vez que encontro um velho de chapéu na rua ainda paro e dou um sorriso saudoso lembrando de ti.
Será que agora estas na companhia dos anjos? A falar bobagens?
Acho que no final das contas merecestes, pelo que presenciei.
Não te trocaria por nenhum outro e digo-lhe que poderia ter sido mãe ou amada, tanto faz. Mesmo assim eu voltaria e faria tudo novamente. Creio que Deus me colocaria novamente no teu caminho, pois Ele teve muitas razões.
O saldo disto?
Não sei quanto a você, mas quanto a mim,ganhei o melhor amigo que se pode ganhar e o melhor companheiro que se pode ter.
Foi por pouco tempo, mas que amor de eternidades vivemos!
Amo-te PAI.

sábado, 5 de setembro de 2009

Lá do Planeta que eu venho! (esta é pra você Mana!)


Lá no planeta de onde eu venho, aprendemos, desde que saímos do ovo, que nossa sobrevivência depende, basicamente, de nós mesmos mas que também não existimos em completa felicidade sem a interação com o outro.
Há regras sociais, um sistema de governo que cuida do bem estar de todos, já nascemos sabendo de nossas obrigações e deveres.
Lá fazemos tudo para conter a poluição.
Não pensamos em conquistas e guerras, pois respeitamos a cultura e as riquezas de nossos irmãos.
Todos tem direitos iguais e acesso a todos os bens,portanto não existe a pobreza, a miséria.
O meu planeta é fonte de vida, portanto cuidamos e estimulamos a todos os tipos de seres. Cuidamos dos mais frágeis e respeitamos as crianças e os animais.
Também lá não existe a mentira, pois todos cumprem com sua palavra e zelam pelo bem estar do outro.
Ninguém engana ninguém para tirar vantagem de nenhum tipo.
Lá no meu planeta também, uns estimulam os outros a crescerem e melhorarem sua condição de existência e seu amor próprio.
Ninguém precisa colocar trancas nas portas de suas casas, nem andar armados, pois todos confiam uns nos outros.
Lá também, tem escolas que estão ensinando tudo o que as crianças e os jovens precisam saber, para melhorarem a qualidade de vida, para entenderem nossa história, para cultivarem nossos costumes, nossa cultura, para aprenderem a usar a tecnologia com ética, com respeito às leis da natureza, enfim, para crescerem e transformarem seu mundo - nosso mundo - num exemplo de ordem e progresso humano!" Disse uma vez um E.T.(em visita à Terra após ter encontrado um mendigo numa rua deserta).

Então o mendigo respondeu:
"Estamos dispostos a mudar. Não gostaria de ficar sem ver as coisas boas que ainda sobraram no mundo!"


"Ainda sobraram coisas boas neste mundo deteriorado?!" Admirou-se o E.T.
"Eu, por outro lado, já faço parte de outra divisão: a de desintegração. Estou aqui para a última tentativa de acordo com sua raça, antes da anulação do planeta!"


O mendigo varreu o horizonte com um olhar perdido, meio sorriso nos lábios, e começou a falar baixinho: "Vê aquelas crianças brincando ali perto do lago?
Para eles, o mundo está colorido com todas as tintas do arco-íris. E o tempo que virá, será o berço de todo amor que está brotando nos seus corações!"
"...E você tem coragem de falar em destruição? Destruir toda essa esperança plenamente alcançável?!

Crônica 155 - "O E.T. e o mendigo"-Mauricio de Souza e adaptação de Lora