domingo, 19 de setembro de 2010

Para Flyinghorse


A beleza e a feiúra são muito próximas.O homem – o animal!
Nos encontramos entre essas duas linhas e tão tênues são que nem percebemos que convivem juntas.
Trazemos dentro de nós tudo e de tudo somos capazes.
Temos muito do bem e muito do mal, em iguais quantidades!
E o que é a verdade que buscamos???A verdade é um espelho, partido em milhões de pedaços...já me disseram isto!
Como animais reproduzimos condicionamentos,padrões e desejamos,desejamos...
O desejo é o que nos consome!
Mas se parássemos de desejar não despertaríamos para saber de tudo isto,que está bem debaixo de nossos narizes.
Mas continuamos desejando e reproduzindo até chegarmos no beco sem saída onde não há mais saída a não ser ACEITAR...Eu sou isto, eu quero ser assim,dane-se o resto!
Somos humanos,animais e desejamos o que não é humano.
E chegamos à reta final depois de tanto repetir os mesmos padrões de erros e solidões tão dolorosos a nós. Chegamos ao ponto de entender que devemos, podemos...transformar, nos amar, colocar nossos desejos em primeiro lugar e realiza-los, faze-los acontecer. Juntar todos os pedaços partidos de nos mesmos e fazer um caleidoscópio,olhar por outro prisma,se reinventar!
Experimentar o outro lado! E se....eu fosse todo o oposto do que penso que sou e não sei? E se..tudo isto que sou agora fosse uma mentira, espelhada no que me mostram por eu não querer ser o que sou?
Nos livrar da culpa, nos livrar dos destinos ... dos outros.Das escolhas (dos outros)!!!
Não repetir o erro de nossos pais, que vamos repetindo a longas datas.
Mas simplesmente aceitar,olhando a natureza e a beleza de ser o que se é!
Poeta??ótimo....espalha esta notícia por aí(novos ventos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário