terça-feira, 22 de junho de 2010

Pensando a cidade





Lendo esta semana uma entrevista com o ex-governador do Paraná e ex-Prefeito de Curitiba,o arquiteto e conselheiro do Movimento Planeta Sustentável Jaime Lerner, trago para vocês muito do que é necessário para obtermos mais qualidade de vida para nossas capitais.
Segundo Lerner,”Cidade não é problema e sim solução!”,pois pode melhorar sua qualidade de vida em um tempo hábil de três anos, independente das ações feitas pelo com dinheiro publico mas sim com ações coletivas, visão estratégica e que todas as forças das comunidades atuem em comum.
Lerner citou ainda os principais problemas das grandes cidades dando especial atenção a três aspectos distintos: Mobilidade – Sustentabilidade – e Diversidade Social.
Falta a visão do que realmente é sustentável e ainda para piorar o quadro temos a dependência excessiva dos automóveis. Também a moradia muito afastada do trabalho e a divisão da cidade por função.Isto tudo dificulta a qualidade de vida de seus habitantes.
Segundo Lerner, a arquitetura vem a propor sempre uma cidade melhor e uma responsabilidade coletiva dos cidadãos e a fórmula para dar certo e resolver o problema da mobilidade seria oferecer e aliar todos os meios de transporte,sejam eles ônibus, metro e trem.Um deve alimentar o outro.Dessa forma estimula o uso do transporte publico com eficiência e as pessoas passam a utiliza-lo, em detrimento ao carro.
“O carro vem a desempenhar um papel de auxiliar do sistema publico.”
Oitenta cidades do nosso pais já implantaram o sistema Bus Rapid Transit, criado por Jaime Lerner para Curitiba na década de 70, onde o sistema de transporte coletivo tem corredores exclusivos para trafego e pagamento antecipado da passagem e que devem ainda ser implantados em outras capitais.
Em relação a outro problema grave de nossas cidade que é a geração de lixo e o seu gerenciamento,Lerner nos fala que a educação é o caminho mais viável.Desde o aprendizado da reciclagem nas escolas e a sua realização em casa.
Dessa forma,podemos administrar melhor nossas cidades não esperando ações somente do poder publico mas sendo mais participativos e criando alternativas para administrar os diversos problemas que enfrentamos diariamente,seja em comunidades ou associações de bairros.O importante são medidas efetivas de administração e gerenciamento.
O ex-governador nos deu ainda dicas de como podemos colaborar neste sentido:”utilizando menos o carro,morando mais próximo de nosso trabalho e entender que sustentabilidade é uma equação entre o que se poupa e o que se desperdiça!”
Segundo ele, idéias simples e baratas são as que trazem inovações mas é preciso coloca-las em prática o mais rápido possível.”a criatividade vem quando se corta um zero do orçamento mas a sustentabilidade é quando se cortam dois zeros.”
Não importa o tamanho da cidade,o que realmente importa é uma administração correta.

(Texto baseado em entrevista de Jaime Lerner à Revista Bravo 05/2010)